Corticóide inalatório engorda?

Atualizado: 9 de Nov de 2019



Há um documentário da BBC sobre pessoas com Diabetes tipo-1 que não utilizam seus medicamentos de tratamento.


A Diabetes é uma doença causada pela produção insuficiente ou má absorção de insulina, hormônio que regula a glicose no sangue e garante energia para o organismo. A insulina é um hormônio que tem a função de quebrar as moléculas de glicose (açúcar) transformando-as em energia para manutenção das células do nosso organismo.


O documentário explica o motivo: nesse caso essas pessoas deixaram de fazer o tratamento pelo receio de ganhar peso.

Essa situação é chamada de Diabulimia, junção das palavras 'Diabetes' com 'Bulimia'.


Bulimia é um transtorno alimentar grave marcado por compulsão, seguido de métodos para evitar o ganho de peso.


Diabulimia é um distúrbio alimentar que pode afetar as pessoas que sofrem de diabetes tipo-1. Nessa circunstância, a pessoa pode reduzir os níveis de injeções de insulina na tentativa de perder peso, aumentando o risco de outras complicações, pois conduz a uma elevação da glicose no sangue podendo causar a morte.


O documentário provoca questionamentos como:

-"Como pode alguém deixar de tratar uma enfermidade como a Diabetes por ter medo de ganhar peso?",

-"Essa pessoa não percebe que amigos e familiares sentiriam sua falta?"


São questionamentos que causam indignação.


Infelizmente o mesmo comportamento se repete em grande parte da população que possui Asma.


Quando conversamos com as pessoas sobre o tratamento para asma com corticóide inalatório, uma das primeiras e mais frequentes reações é a aversão ao medicamento.


Devemos entender que quando falamos de corticóides inalatórios nos referimos ao uso tópico, ou seja, o medicamento é aplicado diretamente na região a ser tratada e, geralmente, em menor quantidade. A grande maioria dos efeitos colaterais relacionados ao uso de corticóides estão associados aos corticóides utilizados por via oral ou intravenosa (injeções). Mas não se esqueça; consulte @ Pneumologista periodicamente para reportar a reação de seu organismo mediante o tratamento que te foi receitado.


Já postamos sobre a decisão da GINA (Iniciativa Global Contra a Asma) a respeito do tratamento com corticóide inalatório; decisão essa que foi noticiada recentemente como a maior mudança no tratamento da Asma das últimas décadas. Clique aqui para acessar a matéria.


Ao iniciar tratamento percebi as vantagens de segui-lo:

-a qualidade do meu sono aumentou, não acordo tão cansado como antes;

-consigo andar distâncias maiores e por mais tempo sem me exaurir com tanta facilidade;

-não tenho mais crises diárias de asma.


E você, já conversou com @ pneumologista sobre o tratamento com corticóides inalatórios? Qual foi sua experiência?


Cadastre-se para comentar e trocar experiências =]


Compartilhe o link e siga-nos nas redes sociais, dessa forma você apóia o desenvolvimento da iniciativa!


569 visualizações3 comentários
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now